quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

5 coisas e meia que você precisa saber sobre o Natal



1-As festividades de Natal começaram bem antes do nascimento de Jesus. Nas regiões mais frias da Europa, o inverno parece noite, e não se vê nenhuma luz do sol. Antigamente, o Natal era uma comemoração pagã, festejando a volta da luz, ou o retorno, o nascimento do sol.

2-Sabe as lindas e purpurinadas bolas de natal, que você coloca no seu pinheiro, aquelas que você embrulha em folhas de jornal porque são muito frágeis? Então. Elas foram criadas para substituir as pedras e maçãs que eram usadas como enfeites nos pinheiros, que, aliás, não existem no Brasil. Os pinheiros são originários das regiões frias de países como Estados Unidos, Inglaterra e Canadá, e são as únicas árvores que suportam as baixas temperaturas e permanecem verdes. Os pinheiros foram escolhidos como símbolo do natal porque possuem forma triangular, que representam a santíssima trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, segundo a religião cristã.

3-A tradição de trocar presentes veio dos Três Reis Magos, Melchior, Balthazar e Gaspar, que visitaram Jesus em seu nascimento, oferecendo incensos, mirra e ouro. Na Bíblia, são citados como “uns magos”, que não seriam reis nem necessariamente três. Provavelmente seriam sacerdotes persas ou conselheiros, entendidos em astronomia, já que se guiaram por uma estrela para encontrar o local exato onde Jesus estava. Pela lógica, desde o anúncio do nascimento de Cristo, até a chegada dos Reis, passou um tempo, devido à distância e os meios de transporte da época, Por esta razão, atribui-se o dia 6 de janeiro (provável dia da visita) como o dia dos Reis Magos, que é o dia em que devemos desmontar pinheirinhos e luzinhas natalinas.

4-Na Suécia, o Natal tem início no dia 13 de dezembro, dia de Santa Luzia, em que as pessoas saem nas ruas carregando tochas acesas. Na Finlândia, as pessoas vão às saunas na véspera do Natal (?) e aos cemitérios para homenagear os mortos. Na Rússia, o Natal é comemorado no dia 7 de janeiro, e a ceia é repleta de frutas, cereais, grãos e mel, mas nenhuma carne. No Japão, apenas 1% da população celebra o Natal. Na Austrália, em época de Natal faz muito calor, por isso uma tradição australiana é comemorar o Natal na praia. Os poucos cristãos do Iraque lêem passagens da Bíblia e recebem o “toque da paz”, uma espécie de bênção dada por um padre. Na África do Sul, devido ao calor de mais de 30 graus, as ceias são feitas ao ar livre. Na Inglaterra, comemora-se o Natal cristão há mais de mil anos.

5-E qual a origem do Papai Noel? O mito vem de uma pessoa real, São Nicolas, que viveu aproximadamente nos anos 300 a. C. em Myra, hoje Turquia. Após a morte de seus pais, Nicolas virou padre, e tinha o curioso costume de jogar pequenos saquinhos com ouro dentro das chaminés, que caíam dentro das meias que ficavam penduradas para secar. Alguns anos depois, Nicolas, já idoso, foi nomeado bispo e por isso, vestia-se com túnica e chapéu vermelhos. Depois de sua morte, foi santificado pela igreja. Mas o inventor do Papai Noel que conhecemos hoje é Haddon Sundblom, que inventava uma nova imagem do Papai Noel a cada ano para propagandas da Coca-Cola, que eram veiculadas em todo o mundo na revista National Geographic, entre 1931 e 1964. Repare que as cores das roupas do bom velhinho são as mesmas cores usadas no refrigerante: preto, vermelho e branco.

½ - Aprenda a dizer Feliz Natal em outras línguas. Na Alemanha – Fröhliche Weihnachten; na Argentina – Feliz Navidad; na Austrália – Happy Christmas; no Egito – Mboni Chrismen; na Espanha – Felices Pascuas; nos Estados Unidos – Merry Christmas; na França – Joyeux Noel; na Índia – Shub Naya Baras e na Itália – Buon Natale.
(clicrbs)

Um grande abraço a todos



e um Feliz Natal para todos e vamos que vamos rumo ao próximo ano!

Nenhum comentário: