quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Em seu aniversário, fundador do Pink Floyd ganha novo site oficial



Syd Barrett faria 62 anos nesta terça-feira (6).
Site oficial traz discografia e pinturas do músico inglês.

Syd Barrett, músico inglês fundador da banda Pink Floyd e um dos pioneiros do rock psicodélico, faria 62 anos nesta terça-feira (6), e acabou de ganhar um site oficial. O cantor e guitarrista morreu no dia 7 de julho de 2006. Além da biografia e dos discos de Barrett, é possível também vizualizar no site uma série de pinturas realizadas durante seus anos de reclusão, após sua saída do Pink Floyd devido a problemas mentais.

Ouça uma seleção de músicas do Pink Floyd

Barrett fundou a banda em 1964, ainda sob o nome de The Abdabs. Depois de uma série de mudanças de formação e de nome, a banda acabou com seu título definitivo quando Barrett juntou os primeiros nomes de dois músicos de blues, Pink Anderson e Floyd Council, que viu em um LP.

Como boa parte das bandas inglesas da época, o Pink Floyd começou fazendo covers de artistas norte-americanos de blues e R&B. Influenciados por jazz, pelos Beatles e pelo LSD, a banda começou a criam músicas mais soltas e improvisadas, no que passaria a ser chamado de rock psicodélico nos anos seguintes.

Com uma tendência à esquizofrenia que foi ampliada pelo uso de LSD, Barrett foi se afastando dos outros membros da banda após o primeiro álbum do Pink Floyd, “The piper at the gates of dawn”. Em 1967, a banda chamou David Gilmour para tocar guitarra, tarefa que Barrett não conseguia mais cumprir. Em 1968, ele estava fora da banda.

Carreira solo

O estado mental do músico agravou-se, enquanto tentava uma errática carreira solo, que rendeu dois álbuns lançados em 1970: “The madcap laughs” e “Syd Barrett”. Barrett continuou a morar na casa de sua mãe até o fim da vida, assistido pela irmã, Rosemary, que morava ao lado.

Recluso, pouco voltou a falar com os membros da banda, enquanto seu comportamento errático tornou-se tema para lendas e boatos. O Pink Floyd continuou prestando homenagens ao músico, como na música “Brain damage” (“Dano cerebral”), do disco “The dark side of the moon”.

“Wish you were here” (“Gostaria que você estivesse aqui”), álbum de 1975 da banda, contava com a música “Shine on, you crazy diamond” (“Brilhe, seu diamante louco”) – durante as gravações da faixa, Syd Barrett apareceu no estúdio e levou Roger Waters, baixista da banda, às lágrimas.

Em outubro de 2008, dois anos após a morte de Barrett devido a um câncer no pâncreas, foi realizado um tributo em homenagem ao músico na sua cidade natal, em Cambridge. O evento, chamado “The city awakes”, durou dez dias, e envolveu uma série de exposições, shows e workshops em homenagem à memória de Barrett.

(g1)

Nenhum comentário: