quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Presidente do G8 quer regular a Internet



Países como China e Cuba têm problemas com censura à Internet -- é fato conhecido. A novidade foi a declaração de Silvio Berlusconi, primeiro ministro da Itália e futuro presidente do G8, grupo que compreende os oito países mais ricos do mundo. De acordo com o site Slashdot, Berlusconi disse que pode aproveitar o novo cargo para promover um acordo internacional de regularização da Internet.

A notícia chegou na mídia sofrendo críticas tanto dos blogueiros como da mídia impressa. O site The Register informou que blogueiros planejam protestos contra a idéia, e já pensam em banners "anti-Berlusconi". Jornais italianos como o L'Unitá também protestaram, dizendo que a declaração não pode ser desconsiderada e é bastante perturbadora, uma vez que os únicos países que possuem restrições ao uso da Internet possuem governos ditatoriais, como a Arábia Saudita.

Berlusconi é conhecido na Itália também por deter grande parte da comunicação de massa do país, e sua última presidência no G8 em 2001 foi alvo de uma série de protestos, principalmente no encontro anual do grupo, em Gênova. Conhecido por tentar silenciar pessoas que o desagradam, Berlusconi leva uma série de processos contra jornalistas do mundo todo, acusados pelo polêmico primeiro ministro de difamação, calúnia e outras injúrias.

Apesar de parecer novo, esse tipo de medida já é implantado em outros países. Recentemente, o Reino Unido renovou suas leis e reformou outras mais antigas para acabar com sites extremistas, e a Austrália está atualmente trabalhando na implantação de filtros para sua rede.

(yahoo)

Nenhum comentário: